sábado, 31 de julho de 2010

O que é sexo Oral?


De acordo com a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello, o sexo oral é uma variação da prática sexual.

Embora seja senso comum acreditar que o sexo oral é o contato direto da boca e da língua com os órgãos genitais, o termo se refere a qualquer estimulação sexual dos lábios nas mais variadas partes do corpo.

Carla ainda explica que o oral pode levar ao orgasmo sem haver, necessariamente, a penetração.

Há termos que determinam o tipo do sexo oral. Quando o contato ocorre entre os lábios e o pênis chama-se felação, ao passo que o estímulo com a boca na vagina é o cunilingus. Não se pode esquecer que o anulingus significa o oral feito no ânus.

DÚVIDAS

1 - Sexo oral deve ser feito com camisinha?
O sexo oral deve ser feito sim com preservativo, pois é possível contrair doenças com esta prática.

2 - É possível transmitir HIV no sexo oral? E mais quais doenças?
Sim, é possível. Principalmente se a pessoa tiver uma cárie ou uma ferida na boca, pois o vírus entra em contato com a corrente sanguínea rapidamente desta forma. Outras doenças que também podem ser transmitidas são herpes, HPV, sífilis, gonorréia, além de hepatites B e C.

3 - É possível chegar ao orgasmo com o sexo oral?
Sem dúvida que sim, desde que as pessoas estejam à vontade e excitadas.

4 - Engolir ou não engolir o esperma?
Aí vai da vontade de cada um. Mas para engolir é fundamental saber bem com quem se está transando, já que durante a prática sem preservativo há riscos de contrair doenças.

5 - O cheiro pode atrapalhar a excitação na hora do sexo oral?
Não, desde que o cheiro não seja algo insuportável. Há homens e mulheres que tem um cheiro mais forte. Pode ter certeza de que estas pessoas possuem algum corrimento, bactérias, etc.

6 - Sexo oral no ânus é prejudicial à saúde?
É bom lavar o ânus antes desta prática, pois o contato direto da língua com as fezes, mesmo que em pequena quantidade, pode trazer doenças.

POSIÇÕES

Para que qualquer prática sexual seja prazerosa, é importante atentar-se às posições. O homem e a mulher devem estar confortáveis e à vontade para explorar o corpo do parceiro.

No sexo oral não poderia ser diferente. "A melhor posição é a que deixa os genitais mais expostos", explica a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello. Além disso, a criatividade ajuda nesta hora.

"Não existe certo ou errado, o negócio é querer dar prazer. Não se deve ter medo de ousar para testar novas posições", afirma a personal sex trainer Fátima Moura.


Para o homem fazer na mulher

Para que o homem não tenha de perder tempo ao procurar o clitóris da parceira, ela pode dar uma ajudinha. A posição "frango assado" é uma ótima escolha, já que a mulher fica com as pernas abertas e erguidas.



Para o homem fazer na mulher

A personal sex trainer Fátima Moura aconselha a mulher se sentar em uma cadeira com as pernas erguidas para que o parceiro tenha um melhor alcance da região.



Para o homem fazer na mulher

Na cama ou no sofá, ela ainda pode se deitar na beirada para que o homem ajoelhado tenha uma visão privilegiada.



Para a mulher fazer no homem

O bom e velho 69 funciona muito bem, porque além de a parceira enchê-lo de tesão com um delicioso sexo oral, ela também recebe os estímulos da boca masculina.



Para a mulher fazer no homem

Outra boa posição é o homem ficar deitado de barriga para cima, com as pernas abertas. Ali, a parceira se encaixa e faz dele o que bem entender.





BRINCADEIRAS


Para enlouquecer um homem

No sexo, tanto o homem quanto a mulher devem estar de comum acordo para experimentar novas práticas. Durante o oral, é importante que ela esteja disposta a "cair de boca" no parceiro sem preconceitos e pudores.

Mais excitante do que inventar brincadeirinhas safadas, é ela demonstrar ao parceiro que sente tesão ao tocar, chupar e mordiscar o pênis. "A mulher deve olhar para o parceiro, porque assim ele consegue ver a expressão de prazer no rosto dela", afirma a personal sex trainer Fátima Moura.

Segundo Fátima, os lubrificantes podem se converter em brinquedos eróticos. "Basta colocar lubrificante com sabor no pênis dele e depois deslizar com as mãos e com os lábios", ensina a profissional.

Para quem o ato sexual inclui a mistura de sentidos, vale brincar com o paladar. Que tal espalhar chantilly ou leite condensado no "menino" dele e retirar delicadamente com a língua? "O segredo é pôr uma quantidade pequena e retirar imediatamente. Substâncias meladas podem incomodar nos pêlos pubianos", afirma Fátima.


Para enlouquecer uma mulher

O sexo oral para as mulheres tem um significado especial. Afinal, se ele está disposto a acariciar o seu órgão genital com a boca é porque sente muito tesão por ela. E o melhor de tudo é que o parceiro não mede esforços para levá-la ao êxtase. Portanto, os lábios masculinos podem se converter em um poderoso instrumento para o orgasmo.

É ainda mais gostoso para elas serem surpreendidas com brincadeiras criativas e picantes. Para isso, basta usar produtos simples para aquecer o oral nela. Vale usar até mesmo o que há em casa.

Experimente colocar uma pequena quantidade de sorvete sobre os lábios vaginais e chupar delicadamente. Esteja certo de que já foi percorrido meio caminho para conduzi-la ao orgasmo.

Bombons com licores podem adoçar a prática. Morda o chocolate, coloque só um pedacinho na boca e parta para o oral. Se preferir, deixe cair o licor no clitóris e retire com a ponta da língua. Ela vai tremer de tesão.

Os sex shops são um universo promissor para o sexo oral na mulher. Os géis são uma delícia para brincar de aquecer, esfriar e excitar. Tome cuidado com a quantia, porque a sensibilidade térmica varia de pessoa para pessoa.

BE-A-BÁ DO ORAL

Para levar o homem ao delírio

Se em toda nova relação de sexo oral surge aquela dúvida "como começo?", prepare-se para aprender o passo-a-passo. Depois deste guia prático, você vai se considerar uma expert. Portanto, mãos e lábios à obra.

Com as mãos, faça movimentos de vaivém na base do pênis. "Isso ajuda a ter noção do tamanho do para saber quanto colocar na boca", ensina a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello.

Ainda segurando a base do pênis, alterne beijinhos leves e beijos molhados de baixo para cima. Enrijeça os lábios no formato do pênis e com movimentos ritmados chupe-o por alguns instantes.

Suba e desça a língua por todo o pênis, mas se concentre na glande, porque é a parte mais sensível e, conseqüentemente, a que dá mais tesão. Chupe a cabeça do pênis como se fosse um delicado pirulito; alterne lábios, língua e beijos sempre.

Não se esqueça de estimular os testículos ao mesmo tempo. "Encha a mão com os testículos, mas tome cuidado para não apertar com força, porque é uma região sensível", diz Carla.

Embora pequenas mordidas excitem e apimentem a transa, é fundamental ficar alerta para não perder a medida e acabar machucando o pênis do parceiro.

Uma dica de ouro para o oral bem sucedido é fazê-lo com vontade. "A mulher deve ficar na posição em que ele veja o rosto dela para sentir prazer", diz a personal sex trainer Fátima Moura.

Para levar a mulher ao delírio

Em toda prática sexual, a mulher precisa de um clima erótico para conseguir atingir o orgasmo. Portanto, não economize esforços para dar o máximo de prazer a ela. Não ter pressa é a chave do sucesso.

Primeiro, tire cada peça de roupa dela bem devagar como se isso fosse um jogo. Conduza-a para debaixo do chuveiro e acaricie todo o corpo dela. Então, beije cada centímetro da pele feminina e, quando perceber a excitação, concentre os beijos na parte interna das coxas.

Neste momento, procure um lugar e uma posição confortável para que você possa explorar a vagina da parceira. Agora é a hora de caprichar nas preliminares. Lamba as coxas, beije o abdome e, por fim, toque a vagina com os lábios.

Enrijeça a língua e estimule o clitóris. "Os movimentos devem ser ritmados e contínuos para deixá-la cada vez mais excitada", ensina a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello. Ou seja, se você mexer a língua na horizontal e depois na vertical, o resultado será frustrado, porque a mulher tem de ser estimulada sempre com o mesmo movimento.

A personal sex trainer Fátima Moura afirma que a língua deve acariciar o clitóris inicialmente devagarinho e depois com um pouco mais de força. "É importante ele ficar atento e perceber a intensidade de que a parceira gosta", diz.

Quando sentir que ela está com bastante tesão e lubrificada, aproveite para introduzir o dedo na vagina enquanto faz o oral. O segredo é manter as carícias no momento em que a mulher alcança o orgasmo.


Dicas para eles

Para que a mulher consiga ter orgasmo, é necessário investir nas preliminares. Não hesite ao despi-la e ao acariciar cada parte do corpo dela. A dica de ouro é jamais ir às vias de fato no sexo oral na mulher.

Deixe-a à vontade durante a prática. Aproveite para tocar outras partes com as mãos enquanto sua boca se dedica à vagina. A mão-boba pode passear pelos seios, barriga, coxas e onde mais a imaginação permitir.

Como há o risco de transmissão de HIV e outras doenças, como herpes, lembre-se de usar o preservativo com o intuito de evitar o contato direto da boca com a vagina. "Nas sex shops existem preservativos de língua. Mas dá para rasgar uma camisinha em retângulo e colocá-la na vagina ou mesmo usar insulfilm de cozinha", diz a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello.

Segundo a especialista, muitas mulheres rejeitam receber sexo oral por vergonha do cheiro da vagina. "Isso pode ser resolvido com um banho a dois ou com o uso de uma camisinha cortada", afirma.


Dicas para elas

Não é porque a prática se chama sexo oral que você deve utilizar apenas a boca para estimulá-lo. Experimente massagear levemente os testículos enquanto seus lábios estão em ação no pênis.

Outro truque infalível é masturbá-lo durante o oral. Capriche nos movimentos de vaivém. Incentive o tesão nele alternando sucções mais intensas com beijos suaves.

Mas cuidado para não se empolgar e dar mordidas no pênis, mesmo delicadas elas podem machucar.

É importante que a mulher sinta tanto prazer em fazer quanto ele em receber. Olhe para o parceiro enquanto beija, chupa e lambe o pênis dele. Ele sentirá ainda mais tesão ao perceber que você adora acariciá-lo desta maneira.

"Faça bem devagar e sinta cada pedacinho do pênis", aconselha a personal sex trainer Fátima Moura. Segundo ela, o melhor jeito de treinar é sentir o que está fazendo. A psicóloga e sexóloga Carla Cecarello concorda. "As pessoas devem partir logo para a situação em si. É algo instintivo", diz Carla.

Quanto a grande dúvida de deixá-lo ejacular na boca da parceira, as especialistas dizem que deve haver uma conversa e um acordo anterior à prática. "Tem de haver intimidade e a mulher tem que querer. Além disso, eles devem ficar atentos à saúde sexual de ambos", afirma Fátima.

BRINQUEDINHOS


Camisinha

Para dar ainda mais prazer e inovar no oral, vale investir em brinquedinhos
eróticos. A capa de língua é conhecida popularmente como "camisinha de língua", mas
não tem a função de evitar a transmissão de doenças sexuais.



Gel que esquenta

Os corpos geralmente esquentam quando as carícias ficam mais excitantes. E para
deixar a cena ainda mais ardente, brinque com o gel que esquenta. Coloque apenas um
pouquinho no órgão sexual, assopre em seguida e use a língua para chupar o produto
por completo.



Gel de massagem

Estimular as zonas erógenas durante as preliminares é a chave do sucesso na transa.
Então, não custa explorar cada pedaço do parceiro antes do sexo oral. Mas, para dar
um toque especial utilize géis de massagem com sabor, porque além de ajudar a mão-
boba.



Lubrificante com sabor

Os lubrificantes ajudam a língua a deslizar mais facilmente no órgão genital. Portanto, por que não dar um gostinho a mais ao oral? Escolha o sabor de sua preferência, pingue poucas gotas, espalhe com os lábios e retire com a língua.











Pênis de chocolate

Para deixar o sexo oral mais divertido e também "saboroso", uma dica de ouro é utilizar doces e bombons. Para deixar a brincadeira mais interessante, que tal usar um pênis de chocolate recheado de leite condensado? O produto é facilmente encontrado em sex shops.











DEPOIMENTOS


Pâmela Butt, atriz pornôPâmela Butt é atriz pornô da produtora Brasileirinhas e atua há dois anos e meio no mercado erótico. Experiente em cenas de oral, a gaúcha de Caxias do Sul gosta mesmo é de ser acariciada por mulheres. "Mulher é que faz oral gostoso em mim. Com homens não consigo chegar ao orgasmo", diz.

No entanto, ela é expert ao enlouquecê-los com seus lábios carnudos. "Para fazer um bom sexo oral neles tem de ser o mais guloso possível. Coloco tudo na boca até bater no sininho da goela", brinca.

Ela ainda dá dicas para garantir diversão durante a prática. "Você pega o pênis, dá bastante beijinho, coloca chantilly ou chocolate para depois lamber e chupar", ensina.


Natália Almeida, analista de sistemas

"Uma boa dica é usar Halls quando faz sexo oral no homem. Dar assopradas enquanto chupa a bala gela o pênis", diz.

Felipe Corrêa, administrador

Para nós gays, há a possibilidade de colocar em prática no seu parceiro o modo que mais o excita no sexo oral. Existe uma troca de gostos e preferências que podem ser demonstradas, visualizadas e sentidas. Diferentemente dos héteros, que iniciam sexo oral depois de certa intimidade com seu parceiro, com o gay é o inverso, primeiro existe o sexo oral para depois haver penetração. Gosto de sexo oral de qualquer jeito, mas em especial os que envolvam sorvetes, pois gosto de sentir o gelado quando excitado e a lubrificação que ele proporciona na pele.

Bruna Silvestre, publicitária

Um bom sexo começa com um perfeito sexo oral. Dar e receber é um dos meus maiores prazeres na cama. Perco um bom tempo fazendo no meu parceiro porque assim o sexo fica bem melhor. Mas para deixar o oral mais gostoso, tem a famosa bala ardidinha que dá uma sensação boa e mais prazer ainda. A situação mais constrangedora pela qual passei foi quando eu estava fazendo sexo oral no carro e, de repente, um amigo abriu a porta e, em vez de ficar quieto, ele começou a gritar e rir da nossa cara.

Túlio J, microempresário

Se vai chupar, tem de chupar com vontade; não há coisa pior para o homem que aquele sexo oral sem empolgação. Nunca deixe seu homem sem sexo oral e, de preferência, faça-o de surpresa para não parecer uma obrigação e para não ser sempre antes da penetração. O sexo oral por si só já resolve muita coisa. Usar os dentes também é interessante, mas ela tem que esperar ficar bem úmido para diminuir o atrito.

Tatiane Varella, bancária

Não é toda mulher que assume gostar de sexo oral, parece que a maioria tenta parecer recatada, santinha, mas não tenho a menor vergonha de assumir que gosto muito de fazer e receber. Sexo oral é maravilhoso, mas tem que saber fazer sem parecer uma "máquina". Sou viciada na prática e não pode ser do jeito robotizado, tem que ser com calma, acariciando, aí sim aumentando a intensidade, principalmente quando o parceiro puxa o seu cabelo para que aumente o movimento. O sexo oral na mulher não fica só no clitóris como muitos acham, tem que ser explorada cada parte da vagina. A posição 69 é muito excitante e perfeita para ambos sentirem prazer.


CUIDADOS

É claro que ninguém vai eliminar o oral do repertório sexual só porque existem alguns riscos de transmissão de doenças. Contudo, é fundamental ficar atento para diminuir os inconvenientes e, principalmente, para se manter saudável. Afinal, o oral é gostoso demais para ser posto de lado.

Segundo o urologista Roberto Kiehl, do Hospital Edmundo Vasconcelos, toda relação sexual com contato de mucosas tem maior risco de transmissão; além disso, a contaminação pode ocorrer também pelo sangue das microlesões dos órgãos genitais causadas pelo atrito na relação.

O ginecologista Théo Lerner dá uma boa dica. "É bom evitar usar fio dental antes de fazer o sexo oral, porque ele pode lesionar a gengiva e aumentar a chance de contração de doenças. Neste caso, é aconselhável somente o enxaguante bucal", diz.

E se você gosta de deixar a prática ainda mais deliciosa com doces, balas e afins, vale redobrar a atenção com a higiene após as brincadeiras. "Deve haver cuidado com perfumes, aromas e substâncias alimentícias nos órgãos genitais, pois se ficarem resíduos no local, eles podem fermentar e se decompor, favorecendo o crescimento de bactérias", alerta Lerner.

Principais doenças transmitidas

O urologista Roberto Kiehl explica que há três formas de transmissão de doenças por meio do sexo oral. São elas: transmissão por contato, transmissão sangüínea e a transmissão por secreções.

- Doenças transmitidas por contato

As mais facilmente contraídas e freqüentes são HPV e herpes.

O HPV é uma doença viral causada pelo Papiloma Vírus Humano. A transmissão ocorre pelo contato de pele com pele. Ela se manifesta através de verrugas nos órgãos genitais.

Herpes também é provocado por um vírus. Quando manifestada, a doença é facilmente percebida, porque apresenta pequenas vesículas de centro branco cercado por um alo avermelhado. Quando estas vesículas se rompem, as lesões são doloridas e o risco de contágio aumenta.

- Doenças transmitidas pelo sangue

Através do sangue podem ser transmitidos o HIV, a hepatite B, a hepatite C e a sífilis.

O HIV é o vírus da aids, que é uma doença infecciosa. Ela causa uma perda da imunidade progressiva e resulta em infecções graves. Já as hepatites B e C são inflamações do fígado.

A sífilis é uma doença infecciosa e crônica causada pela bactéria Treponema pallidum. Se não tratada, ela progride e pode comprometer outras partes do corpo, como cérebro, coração e medula. Na fase inicial, ela pode ser detectada pelas feridas que surgem nos genitais.

- Doença transmitida pela secreção

A gonorréia é causada pela bactéria Neisseria gonorrhea. Os principais sintomas são dor para urinar e surgimento de secreção no órgão genital.

COMO SE PROTEGER

"A melhor proteção para o sexo oral é a camisinha. No caso de o homem fazer na mulher, orienta-se improvisar e cortar uma camisinha masculina para colocar sobre a vagina", diz o ginecologista Théo Lerner.

O urologista Roberto Kiehl afirma que o melhor conselho às mulheres é observar o pênis do parceiro. "A mulher consegue perceber facilmente quando o pênis apresenta qualquer alteração." Apesar disso, é importante para a saúde de ambos que o homem use camisinha quando for receber o sexo oral.

Além disso, vale reforçar que tanto homens quanto mulheres devem manter cuidados de higiene nas partes íntimas. Consultar médicos especializados com freqüência também auxilia para ter uma vida sexual saudável.

Fonte: Portal Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário