terça-feira, 3 de agosto de 2010

Como saber se ela finge o orgasmo?


Chega de mentira: Algumas mulheres gritam na hora do orgasmo, outras não. Mas há modos de perceber se ela fingiu ou não.

Há mulheres que mereciam ganhar o Oscar de melhor atriz, porém, por melhor que seja a interpretação, há como perceber se o nirvana é verdadeiro.
Vladimir Maluf

Será que você presta atenção na sua parceira na hora do orgasmo? Há quem diga que é impossível descobrir se a mulher está sendo sincera ou não nesse momento. Mas a psicóloga especializada em terapia de casais diz que há, sim, como notar. A mulher não consegue imitar todas as sensações do orgasmo e, se o homem prestar atenção, percebe, com certeza”.

“Algumas gritam mesmo, outras, não. Então, isso não tem como saber por esse detalhe. Porém, o orgasmo muda a respiração, causa transpiração no corpo todo, o coração bate mais rápido”. E o principal. “No pico do orgasmo, o corpo fica rígido e, em seguida, relaxa. Essas sensações, todas juntas, são impossíveis de imitar”.

Conheça alguns sinais

Pouco antes de atingir o orgasmo, o clitóris retrai. Então, se você notar que ele está desaparecendo, é um bom sinal. Não pare! Claro, você pode observar isso durante o sexo oral, ou tocar essa região durante o sexo. Assim você ainda faz um agrado para ela.

Além disso, pupilas dilatadas são um forte indício de que ela está prestes a chegar lá. Ok, as luzes precisam estar acesas para você observar isso. E também pode ser um pouco complicado reparar se as pupilas dilataram entre o antes e o depois, mas vale a dica.

Talvez um pouco mais fácil de notar é ver se os lábios incharam e ficaram mais vermelhos (os lábios da boca e os vaginais também) com a excitação. Mas nada de dar-lhe um beijo caliente, que pode causar essas reações da mesma forma.

Agora o principal sinal de que ela chegou ao orgasmo é a maior intensidade dos espasmos vaginais. São entre 3 e 10 contrações, no auge, que irão tornar a vagina mais apertada, coisa que você irá notar. Repare também se a sua companheira arqueia as costas, se os mamilos ficam mais duros e se o clitóris fica muito sensível. O normal é que ela diminua bem o ritmo ou pare completamente após o orgasmo em decorrência dessa sensibilidade.

Por fim, mas não menos importante, veja se ela se levanta logo em seguida ou se fica deitada por uns minutos. Isso porque o orgasmo causa um efeito químico no corpo que faz com que a maioria das mulheres fique deitada por alguns minutos. Se isso não acontecer e ela levantar cheia de energia logo em seguida, desconfie!

Para ela ter orgasmo

Segundo Marina, um dos grandes motivos para a mulher não chegar ao orgasmo é a falta de preliminares. “O homem é como a boca do fogão; a mulher, o forno. Para ele, basta apertar o botão e ele está aceso. Ela, não, precisa ser aquecida”, compara. “Beije bastante, faça carícias, tenha o toque delicado. Descubra o que a sua parceira gosta na cama”.

Outro problema importante é que, muitas vezes, o homem não permite que a mulher expresse suas vontades. “Há homens que não deixam a mulher pedir o que gostam. Ofendem-se, como se elas quisessem dizer que ele não é bom de cama. Mas não é isso. Portanto, permita que ela mostre o que lhe dá prazer”

O que as leva a fingir?

Há muitos motivos para a mulher inventar que está sentindo algo. “Algumas não atingem se não estão apaixonadas, se não têm uma relação legal ou simplesmente não estão a fim e, para agradar o parceiro, fingem”. Por outro lado, há quem não consiga chegar ao orgasmo. “E aí precisa ser tratada em uma terapia sexual. Em alguns casos, o psicólogo indica até procurar um médico, pois o problema pode ser físico.”

“Em transas casuais eu já fingi. Com namorado, não”, diz Flávia*, 29 anos. “Às vezes, você não está a fim e o cara insiste. E aí a mulher finge para ele gozar e acabar logo”, revela. Melissa*, 24 anos, diz algo bem estranho. “As melhoras transas que eu já tive, não gozei”. E nem ela sabe explicar o motivo. “Às vezes eu finjo para não decepcionar meu namorado, mas eu gozo, sim. Sempre. Só finjo às vezes”.

Renata* diz que também tem que bancar a atriz sempre. “Se está machucando e o cara não quer gozar antes de você, não tem jeito”, diz a moça de 27 anos. Quem assume que ter orgasmo é um evento raro é Joana*, 30 anos, “Eu quase nunca gozei. E já fingi muito para agradar meu namorado”, diz. “Com sinceridade, eu não gosto tanto de sexo assim, de penetração. Eu gosto do envolvimento com ele, da vida a dois”. Segundo ela, para o marido não fazer perguntas, ela interpreta constantemente.

* Os nomes foram alterados a pedido das entrevistadas.

Fonte: Estilo IG notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário