sábado, 28 de maio de 2011

Sexo anal em evidência.

O que ficava evidente nos filmes eróticos cada vez mais bate à porta de casais. Saiba em detalhes como a festa no lado B pode ser a cereja do bolo do seu prazer. Mais: posições ousadas, de iniciante ao nível mais avançado. Experimente!

Texto Amora Fortes e Letícia Pauli / Foto Caio Mello

As mulheres mais incendiárias na cama não vivem sem. E até aquela sua amiga com cara e certificado de boa moça confessou que não vê a hora de experimentar. O hit do momento quando se trata de prazer é um velho conhecido tabu: o sexo anal. "Ele faz parte de quase todas as minhas transas", conta a advogada Cecília, 29 anos. "Já cheguei ao orgasmo apenas com penetração por trás e a sensação de poder, de fazer o que pouquíssimas mulheres ousam praticar, é incrível", garante ela. Orgasmo? Sim, é possível chegar lá pela porta dos fundos. "O ânus está cheio de terminações nervosas, é ultrassensível à dor, e por consequência ao prazer também", explica o urologista e terapeuta sexual Celso Marzano, autor do livro O Prazer Secreto. E, apesar de não apresentar um botãozinho mágico como o clitóris, algumas de suas inervações estão interligadas às da vagina. Mariana, 26 anos, já sentiu essa ligação bombástica: "Parece que o clitóris fica mais sensível conforme meu namorado se encaixa. Aproveito para me masturbar. A sensação é intensa".

Ok, a brincadeira pode ser bem dolorida também. Se o bonitão forçar a barra, o esfíncter, músculo da região anal, contrairá como defesa do corpo. E aí vai arder como chama! Mas para tudo há um jeitinho. "Seu amor pode encostar o pênis sem fazer pressão e esperar que o músculo relaxe para depois iniciar a penetração", orienta a sex trainer Fátima Mourah. "Vale pedir a ele que dedilhe a área ao redor, dê beijos e lambidas", orienta a sexpert. "O erro é deixar que deslize o pênis como quando entra pela vagina’, avisa Cecília. "É melhor encaixar o dito-cujo como se fosse um parafuso, fazendo pequenas rotações para vencer a resistência com menos dor", ensina a praticante. Quer mais ideias? Aqui há posições e todo o apoio técnico que só NOVA dá.

Exploração à 10ª potência

Quem disse que você precisa esperar até que a prática os leve à perfeição para sair satisfeita da experiência? O estímulo do clitóris, dos mamilos e de outras regiões erógenas pode e deve ocorrer simultaneamente à penetração anal. "Estando em ponto de bala, o relaxamento aumenta e seu corpo trabalha naturalmente na busca pelo prazer", ensina a sex trainer Fátima. Estimuladores clitorianos são ótima opção. Outra possibilidade é tirar partido de um vibrador com curvatura exata para fricção do ponto G. "O Rodrigo trouxe um desses para a cama e me desafiou dizendo que queria me assistir chegando lá de todos os jeitos possíveis. Viciei!", lembra Cecília.

4 posições de ataque

Existem muitas opções além da típica cachorrinho. Eleja a sua ideal!

1. Colherinha safada

Você fica de lado e o seu querido se encaixa por trás, o que facilita controlar totalmente o ritmo da penetração. E ela não costuma ser muito profunda nessa posição.
Nível: iniciante.

2. Missionário nas estrelas

O lindo fica por cima e você por baixo, com os pés apoiados nos ombros dele e os joelhos flexionados, como se estivesse na cadeira do ginecologista. Você fica com as mãos livres para estimular o clitóris, e o principal: terão contato visual direto. A penetração é mais profunda que a da colherinha. O pênis também entra mais facilmente, pois o relaxamento do ânus é total.
Nível: intermediário.

3. Cadeira tentadora

Fique de pé diante da cadeira e apoie as mãos no encosto. Coloque uma das pernas em cima do assento. O bonitão se encaixa por trás e inicia a penetração. Essa posição é ótima porque ele fica com espaço livre para acariciar seu clitóris. A penetração não é tão profunda, mas o malabarismo excita por poder ser praticado fora da cama.
Nível: intermediário.

4. Cavalgada do pecado

O moço deita de costas e você - de frente ou de costas para ele - vai descendo aos poucos sobre o pênis. Essa posição dá um controle bastante intenso da profundidade, mas também é sinônimo de uma penetração consideravelmente profunda. Se quiserem turbinar o momento, peça a ele que suba e desça o quadril para dar um ritmo mais rápido à penetração.
Nível: avançado.

Passagem dupla

Lembra aquele sonho com vários homens a desejando? Para as praticantes de sexo anal, a distância entre devaneio e realidade diminui. Às iniciantes, a sexóloga Carla Cecarello aconselha usar o acessório para penetração por trás e deixar que seu homem tome conta da situação na frente. Um plugue anal tem tamanho adequado e cumpre a função de estimular o lado B muito bem. Está expert? Escolha um vibrador com estimulador clitoriano e convide seu querido para o melhor da festa.

Facilitando o free pass

» Seu querido pode e deve, primeiro, simular com o dedo. Quanto mais ele brinca, melhor. Assim como, na hora H, usar uma camisinha bem lubrificada e ainda passar camada extra de lubrificante no local.

» Dica da ala masculina: em dias férteis, sua excitação atinge o ápice. Com mais tesão, você relaxa e torna tudo muito mais fácil e prazeroso.

» Você teme pagar mico com a sujeira que podem encontrar lá atrás? Faça uma ducha íntima com kits vendidos em farmácias. Ela ajuda a injetar água no canal do reto, eliminando surpresas indesejáveis ali. Também evite praticar sexo anal logo após as refeições. Há um efeito gastrocólico que nos dá vontade de ir ao banheiro.

» Na hora da penetração, faça força para fora. O ânus se dilata e envolve o membro com maior facilidade.

É proibido!

» Nunca permita que seu parceiro dispense a camisinha. Por ser lubrificada, ela facilita o ato e ainda protege os dois de contaminações.

» Usar xilocaína, nem pensar! Por ser um anestésico poderoso, vai inibir toda sensação que possa ter e você nem perceberá se a região ficar machucada.

» Nunca partam para a penetração vaginal sem antes trocar o preservativo e fazer a higiene local com água e sabão.

Compre o gel para "Massagem Anal DREAM"... www.sexshopdesejointimo.com.br

Fonte: NOVA

Posição sexual do dia - "Vento em Popa"

Do livro "O Kama Sutra de NOVA" / Ilustração Bo Lundberg

COMO É FEITA:

Deitada de lado, levante a perna de cima como um mastro, dando espaço para que o rapaz se ajoelhe e penetre sua vagina. Agora, fazendo manobras para frente e para trás e curvas audaciosas, ele é o timoneiro que vai levar os dois no rumo do prazer máximo.

POR QUE VOCÊS VÃO AMAR:

Cada movimento estimula uma nova zona sensível dentro de você, levando-a ao limite do êxtase. E ele vai curtir não só assumir o leme como admirar a excitante paisagem que tem diante dos olhos: seus corpo trêmulo, dominado. Deixe-o aproveitar esse momento de glória.

TRUQUE DE NOVA:

Você pode incentivá-lo a lhe dar ainda mais prazer. Basta sugerir que, em vez de ficar o tempo todo ajoelhado, de vez em quando incline o corpo para a frente o máximo que puder. Quanto mais ele for para a frente, mais intensa será a penetração.

Fonte: NOVA

O que nós amamos na cama... "Para ele ler"...

Carinho, criatividade e uma boa pegada fazem qualquer mulher felicíssima na cama. Parece óbvio para você? Pois não é para o seu querido. Por isso, preparamos esta matéria para ele aprender com detalhes o caminho que a levará aos céus.

Sim, meu caro, nós sabemos que para excitá-lo basta a visão de uma gostosa nua. Nos incendiar é um pouquinho mais complexo. Sabe aquela piadinha que circula na internet e mostra o controle masculino do tesão com um único botão e o feminino com milhares? A situação é exatamente essa. Mas nada de se desesperar. NOVA entrega tintim por tintim o que você precisa fazer para deixar sua gata em ponto de bala - e pedindo mais! Não tem desculpa para não encarar esta excitante lição de casa.

Ser chamada de deusa do sexo

"Gosto que ele note sempre que estou perfumada", confessa Meire Vieira, de 32 anos. Acredite, amigo, elogios são um dos mais poderosos afrodisíacos do mundo. "Não há mulher no mundo que resista a eles, e nada é mais quente que uma garota com auto-estima elevada na cama", diz Milly Lacombe, no livro Segredos de uma Lésbica para Homens (Jaboticaba). "Vale falar bem da roupa, do cabelo, do corpo, do olhar, da boca... Qualquer mimo verbal é bem vindo. Quanto mais desejada ela se sentir, mais libido colocará na transa." Detalhe: antes de sair tagarelando, fique sabendo que o elogio precisa ser sincero. "Ao contrário dos homens, que nunca percebem quando estamos fingindo, nós notamos quando você é falso", provoca Milly. Por isso, escolha uma característica que realmente o excite e então valorize!

Falar - e ler! - sobre sacanagem

"Adoro papos picantes enquanto faço amor", conta Suelen Ivanik, de 20 anos. "Melhor ainda quando meu homem cochicha palavras quentes no meu ouvido durante a transa." Animou-se? Pois excite-a com a sua voz. Seja doce, suave, sensual, safado. Se precisar de ajuda para encontrar um tema, dê uma olhada nos contos eróticos (todo mês publicamos um em NOVA!) ou até descreva uma de suas fantasias.

Sentir o tamanho do seu tesão

"Sabe o que me deixa maluca na cama? Quando rebolo bastante o quadril e ouço do meu amor: 'Pára que não estou mais agüentando, vou chegar lá!", diz Flavia Lemos, de 36 anos. "Aí, quem não consegue se segurar sou eu." Já Deise Romero, de 25 anos, tem outra tática para medir a excitação do gato. "Deito a cabeça no peito dele e sinto os batimentos do coração", revela. Viu como o seu tesão nos esquenta? Isso não significa que você precise gritar ou gemer o tempo todo, mas já seria bom se liberasse algum feedback sonoro durante a transa... "Dessa forma, sua mulher saberá que está realmente agradando", diz William Granzig, professor da clínica de sexo da Universidade de Miami. Não faz seu estilo falar durante o ato? Depois que saírem do quarto, comente sobre alguma posição ou carinho que ela tenha feito - e você adorou!

Ver seu esforço para criar o clima

"Quando sacamos que você perdeu tempo preocupado em nos agradar, ficamos sexualmente mais interessadas", garante Milly. Como demonstrar esse cuidado? Os antigos gregos acreditavam que o amor entrava pelos olhos. E nós continuamos acreditando. Criar uma atmosfera iluminando o quarto com velas pode fazer maravilhas pela libido da sua gata. Investir em uma boa música de fundo também. "Por outro lado, deixar a tevê ligada cacarejando programas e comerciais não é uma boa idéia", alertam Jamie Goddard e Kurt Brungardt, no livro Segredos Sexuais das Lésbicas que Todo Homem Deveria Saber (Record). Outro tiro certeiro é deixar uma garrafa de vinho ou champanhe gelando, preparar um gostoso banho quente para ela, encher a cama com pétalas de rosas... Se quiser ganhar pontos extra, invista na criatividade e apareça com óleos aromáticos, gel lubrificante, chantilly e até acessórios eróticos para apimentar a transa. Acredite: não tira pedaço, não toma muito do seu tempo e garante uma mulher absolutamente derretida em seus braços.

Assistir a outros casais em ação

Sim, nós gostamos de ver fitas ousadas para ligar os motores. Então, não tenha medo de aparecer em casa com um DVD proibido para menores. "Filmes eróticos são uma inspiração e tanto!", diz Marcele Ramos, de 24 anos. Verdade que preferimos as com um pouco que seja de enredo e diálogos, sacou?

Ganhar looongas preliminares - dentro e fora da cama

Esqueça aquela história de que as tão faladas preliminares se resumem a beijos no pescoço e amassos alguns minutos antes da penetração. Elas começam muuuito antes disso... "Uma mulher precisa ser constantemente encantada, mimada, paparicada", ensina Milly. "Não é suficiente conquistá-la uma única vez só e achar que para o resto da vida você vai tirar a roupa e gritar gol. A sedução tem que ser diária: o jantar romântico sem motivo aparente, o carinho desinteressado, o presente fora de hora, o elogio inesperado." Trocando em miúdos, homem esperto de verdade investe em preliminares antecipadas!

Você pode estar pensando: mas isso dá trabalho... Vale a pena, pode acreditar. Garante o sucesso do projeto mulher-louca-por-sexo-com-você. E aí, na hora do rala-e-rola, continue no mesmo pique. "A trilha para o coração e para a calcinha de uma garota não é um procedimento seriado - beijar, mexer em seus seios, no clitóris e então, mandar ver", fala Jamie Goddard. "É tudo um jogo. A forma como você segura a mão dela, olha em seus olhos e se aconchega..." Tem mais: sexo bom significa estar presente durante cada momento, e não simplesmente fazer coisas mecanicamente para chegar logo ao que interessa: a penetração e o orgasmo. "Adoro quando ele entra por baixo dos lençóis e vem me beijando desde os pés", conta Olga Medeiros, de 27 anos. Aliás, beijos são mesmo tudo nessa vida: na boca, no bumbum, nos seios... Para criar uma gostosa conexão com sua amada, você pode também explorar aos poucos o corpo dela com as mãos e boca, acariciar, massagear, beliscar, morder, arranhar, usar penas, um tecido suave.

Deixar a mente viajar por terrenos proibidos

"Enquanto as fantasias masculinas são geralmente práticas, as nossas são longas, praticamente novelas", conta Milly. "Elas têm um começo (e nele, todos os personagens estão de roupa), meio e fim. E mesmo as que envolvem cordas, algemas e chicotes, possuem um certo romantismo." Muito bem, querido, essa é a hora de brincar de imaginar uma terceira pessoa entre vocês, combinar de tratá-la como uma desconhecida (em vez de adorável esposa), deixar-se dominar... Ou mesmo assumir o controle da transa. Amamos pegada e virilidade, desde que com delicadeza. "Perco o fôlego quando meu namorado me agarra com força, como se estivesse me obrigando a fazer amor", diz Graziela Lopes, de 21 anos. "Então, me deita e me toma em seus braços com carinho."

Receber sexo oral

Pode apostar: uma boa sessão de sexo oral nunca será considerada desperdício para uma mulher. Por ser macia, quente e escorregadia, sua língua consegue nos fazer ir ao paraíso e voltar várias vezes. O segredo é começar tocando e lambendo a região por cima da calcinha e só depois fazer uma aproximação direta. E você não vai precisar utilizar manobras complicadas. Desenhar o abecedário com a língua ou usá-la como quem lambe um selo já rende estrelas e sinos tocando. E mais: enquanto brinca com o clitóris, com a palma da mão virada para cima, introduza um dedo na vagina, girando delicadamente no sentido horário. As chances de você encontrar o ponto G, e da sua mulher acabar se viciando nessa carícia, são enormes!

Experimentar travessuras (nunca antes) ousadas

O livro é antigo, mas continua funcionando às mil maravilhas. "Tenho um Kama Sutra de bolso que não sai da nossa mesa de cabeceira", fala Marisa Alves, de 31 anos. "Dá vontade de treinar todas as posições, uma por uma!" Fernanda Lira, de 28, prefere consultar na internet: "Meu amor imprime a pose que quer testar e deixa em cima do travesseiro". Captou a mensagem? Aproveite para sugerir as mais inacreditáveis acrobacias: o teleférico do prazer, balé sublime, cruzamento safado...

Sonhar com os anjos

Nosso jeito preferido de terminar a noite continua sendo adormecer aconchegada no seu peito, de preferência enquanto você conta histórias. "Dormir abraçadinha me faz sentir protegida e ter vontade de repetir tudo outra vez assim que acordar", confessa Leila Moraes, de 26 anos. Convencido?

Fonte: NOVA Comospolitan

6 tipos de sexo que o seu amor adora... "RENDIÇÃO TOTAL"

Se é como a gente pensa, que eles não vivem sem sexo, isso não significa que anseiam por um repeteco da noite anterior. Saber das preferências masculinas ajuda a variar o repertório e, mais ainda, a manter nos dois a chama da paixão bem acesa...

Texto Dora Moraes/Colleen Rush / Foto Robert Delahanty
Dando continuidade a matéria da NOVA ABRIL e que aborda o tema "6 tipos de sexo que o seu amor adora" vamos falar sobre o terceiro tipo que é o "Rendição Total".

Homens são eternos conquistadores. E ficam excitadíssimos quando você se rende ao poder masculino, permitindo que assumam a direção. “Ver minha noiva deitada na cama com a boca entreaberta e as pernas levemente afastadas é mais sexy do que qualquer pôster de revista masculina”, garante Carlos, de 29 anos. E lembre-se do poder do estímulo visual para a libido dos rapazes.

Os homens imploram

Nas preliminares, deixe seu corpo exposto. Ponha os braços abertos para trás (ou segure na cabeceira), convide-o a penetrá-la e levante a pélvis para encontrar os movimentos dele no meio do caminho. Dê ao seu namorado espaço para se mexer ao bel-prazer e alternar penetração rasa com profunda. Depois, passe as pernas sobre os ombros dele para que ele consiga agarrar seus tornozelos e posicioná-los como quiser. “É como se você dissesse que confia na capacidade dele de fazê-la chegar lá também”, avisa Etkes.

Fonte: NOVA ABRIL

sábado, 14 de maio de 2011

Sexo deslizante... "ÓLEOS PARA MASSAGEM"

Muitas pessoas desconhecem a importância do uso de um bom lubrificante para fazer sexo de qualidade e satisfatório.

A maioria das mulheres e de seus parceiros costumam pensar que se não estão "molhadas" não estão suficientemente excitadas ou que alguma coisa está errada com elas. Não é verdade!

O corpo da mulher fica naturalmente lubrificado quando a mulher está excitada mas freqüentemente não produz suficiente lubrificação para durar durante toda a brincadeira sexual.

Um pouco de lubrificante aplicado no pênis e no canal vaginal vai facilitar a penetração e tornar a experiência mais agradável para ambos os parceiros.

Você também pode experimentar óleos para massagem e óleos aquecedores como o de canela, de cravo, menta, ainda que não sejam adequados para lubrificação vaginal ou anal adicionam uma agradável atmosfera de calor, intimidade e sensualidade nas suas experiências sexuais. No mínimo o uso regular de lubrificantes e óleos vão adicionar tempero na sua vida sexual.

Lubrificantes

Fabricados para lubrificação interna e externa da vagina, do anus e do pênis usar lubrificantes é a maneira mais fácil de tornar intercurso e a masturbação mais confortáveis. Apesar de disponíveis em uma variedade de cores, sabores e texturas os lubrificantes são fabricados com quatro bases:

- Petróleo: Fabricados a partir de gel de petróleo, óleo mineral ou petrolato, os lubrificantes a base de petróleo são o tipo mais usado de lubrificação.Tipos diferentes incluem produtos de Vaselina e óleos para uso infantil. Como os lubris a base de petróleo destroem o látex ao mínimo contato não devem ser usados nunca com preservativos, diafragmas e capas cervicais. Além disso mancham tecidos, são difíceis de lavar e irritam a vagina. Assim não são a melhor opção para uma mulher querendo curtir uma penetração vaginal mas são bons para masturbação masculina e sexo anal.

- A base de óleo: Normalmente fabricados a partir de produtos naturais como óleos vegetais, óleos de nozes, manteiga, tendem a manchar os tecidos e também destroem o látex. Podem ser usados na vagina sem problema sendo ótimos para sexo anal, intercurso vaginal e masturbação feminina.

- A base de água: Estes lubrificantes contem tipicamente água deionizada , glicerina, propylene glycol e conservantes não tóxicos. Com ou sem sabor a maioria tem um sabor ligeiramente adocicado. Não mancham tecidos, podem ser usados com látex e outros mecanismos de controle de natalidade tipo barreira e raramente causam irritação. Apesar de serem absorvidos rapidamente durante o sexo podem ser facilmente reavivados com um pouco de saliva ou um borrifo de água. Por sua versatilidade e efetividade são os mais recomendados por terapeutas sexuais e casais experientes.

- A base de silicone: São similares aos com base em água com uma diferença fundamental:são totalmente a prova de água o que os torna ideais para uso em ambientes molhados. Eles também conservam as propriedades lubrificantes melhor e por mais tempo do que os a base de água e são altamente concentrados, assim um pouco vai longe! Mas cuidado: o silicone não destrói o látex e podem estragar os brinquedos feitos em silicone, normalmente os mais caros.

Assim ao usar um determinado tipo lembre-se das restrições de cada um delas. Experimente algum tipos com seu parceiro para conhecer as texturas, sabores e consistências. Se não encontrar logo um de seu agrado não se desespere existem inúmeras opções. O importante é usar um e sentir a enorme diferença!

Óleos de Massagem

Óleos e loções de massagem fazem coisas muito variadas e úteis: tornam uma noite tediosa mais excitante, emprestam uma dimensão sensual a uma caricia e reduzem a fricção mantendo seu corpo sedoso, deslizante e macio. Para usar coloque um pouco na palma da mão e esfregue uma na outra antes de aplicar gentilmente no corpo do seu/sua/ parceiro/a. Utilize nos braços costas, pernas, nádegas, peito e pescoço mas fique longe dos genitais a menos que esteja claramente especificado no rótulo que pode ser usado internamente. Ainda que você possa usar seu creme de mão para fazer uma massagem nas costas de alguém é melhor utilizar óleos e loções especialmente desenvolvidos para este fim. Eles deixam menos resíduo pastoso e tem aroma e sabor mais agradável.

Caso tenha pele oleosa tome um banho após a massagem para evitar a formação de cravos. Evite usar poções como balsamo Bengue pois o cheiro fortemente mentolado podem acabar com a excitação. Óleos para massagem e loções em geral não podem ser usadas com látex a não ser que tenha uma indicação explicita na embalagem.

Óleos aquecedores

Também conhecidos como comestíveis devem ser usados mais ou menos da mesma forma que os óleos para massagem: coloque umas gotas na pala da mão, massageie uma com a outra para espalhar e aplique uma camada fina na área desejada. Esfregue gentilmente na pele reaplicando mais quando necessário. Ao longo da massagem o óleo começa a aquecer fazendo seu/sua parceiro/a sentir uma agradável sensação de calor.

Apesar de não ser a melhor opção para uma massagem corporal são excelentes para massagem genital e pequenas áreas como seios, nádegas.

Alguns óleos aquecedores podem ser usados com produtos feitos em látex, verifique no rótulo antes de usar.

Os óleos aquecedores não são apropriados para uso interno. Não use para penetração anal ou vaginal mas apenas na superfície externa dos genitais e fique alerta pois alguns elementos que induzem ao aquecimento podem irritar a pele portanto faça um teste na pele antes de usar ou você pode terminar mais quente do que gostaria.

Diferentes usos

Lubrificantes e óleos não são bons apenas para sexo com parceiro. O sexo solo é um dos usos mais comuns para lubrificantes, óleos e loções. Usar lubrificante durante a masturbação é seguro, sensual e pratico se você quiser que seus brinquedos deslizem. Só verifique se você esta usando um tipo de lubrificante compatível com seu brinquedo para não danificá-lo. Se decidir compartilhar com alguém use um preservativo para evitar a transferência de bactérias e DSTs.

Goste ou não de usar lubrificantes, óleos e loções em um encontro sexual tenha sempre algum a mão para o caso de precisar. A maioria dura um par de anos sem estragar mas se for usar após um tempo cheire antes. Se o cheiro estiver desagradável ou perceber resíduo no fundo jogue fora. É melhor estar segura do que arrependida. Experimente colocar o lubri no refrigerador para proporcionar uma sensação de frio mas aqueça seu(a) parceiro(a) antes!

Compre óleos para massagem acessando nossa loja virtual (www.sexshopdesejointimo.com.br)

Fonte: Jardimdeva.com.br

Posição “A Colher” permite uma união suave.

Foto: Arte Abril.com

Conhecida como “O Molde” ou “A Colher”, esta posição é interessante por permitir que o casal tenha uma relação sexual suave, estimulando carícias e muita intimidade.

Para fazê-la, a parceira deve deitar-se de lado com as pernas justas e flexionadas, tentado aproximá-las do peito. O homem também se deita de lado, aproximando-se da companheira e conduzindo a penetração. Os movimentos devem ser coordenados entre os dois.

Ao fazer “A Colher”, o rapaz fica com as mãos livres para acariciar os seios da companheira, assim como o clitóris. Também vale beijar e mordiscar a nunca e a orelha.

Segundo a autora Sofia Capablanca, do livro “101 Posições Sexuais” (Ed. Marco Zero), a posição é excelente para mulheres que têm dificuldade para atingir o orgasmo, pois a ângulo da penetração permite a fricção contínua do clitóris.

O homem também sente um prazer especial, já que as pernas da parceira ficam fechadas, produzindo uma sensação de compressão do pênis. “A Colher” também funciona para o sexo anal, uma vez que a flexão das pernas torna mais fácil a dilatação do esfíncter.

Fonte: Abril.com

6 tipos de sexo que o seu amor adora... "IMPÉRIO DOS SENTIDOS"

Se é como a gente pensa, que eles não vivem sem sexo, isso não significa que anseiam por um repeteco da noite anterior. Saber das preferências masculinas ajuda a variar o repertório e, mais ainda, a manter nos dois a chama da paixão bem acesa...

Texto Dora Moraes/Colleen Rush / Foto Robert Delahanty
Dando continuidade a matéria da NOVA ABRIL e que aborda o tema "6 tipos de sexo que o seu amor adora" vamos falar sobre o segundo tipo que é o "Império dos Sentidos".

2. Império dos sentidos

“Quando a mulher estimula os cinco sentidos de um homem, excita-o de fora para dentro, duplicando o prazer”, afirma Donald Etkes, sexólogo e autor do livro Loving with Passion (Amando com paixão). Quem testou concorda. “Minha gata me beijou dos pés à cabeça e usou cubos de gelo para me excitar”, entrega Luís, de 28 anos. Fazer amor perto da natureza também pode aumentar o apetite por uma transa sensorial.

Os homens imploram

Acaricie os pontos quentes do gato lentamente. Em pé, pressione os seios nas costas dele e corra os dedos com óleo de massagem pelo tórax, mamilos, barriga e coxas. Ainda grudada nele, sussurre palavras picantes no ouvido e toque testículos e virilha para estimular as terminações nervosas. Já com o moço a mil, deitem-se na posição da colher. Guie o pênis para dentro da sua vagina com as mãos, circulando a base com os dedos indicador e polegar e escorregando-os para cima e para baixo no ritmo do vai-e-vem. Antes do orgasmo, sente-se sobre ele, jogue a cabeça para trás e movimente a pélvis como quem escreve o número oito, devagar.

Acesse o primeiro tipo "1. Sexo Selvagem"

Fonte: NOVA ABRIL

Espanhola - Prática Sexual

Espanhola ou espanholada (também chamada relação mamária, o "mamafelação") é o nome dado a uma técnica sexual em que a relação ocorre com um parceiro sem que haja penetração. Nesse ato, o homem aloja o pênis entre os seios da mulher, onde este é, então, estimulado por meio de movimentos ascendentes e descendentes. Às vezes, pode ocorrer a utilização de um lubrificante íntimo.

Quando o homem ejacula, o sêmen pode cair nos seios, no rosto, no pescoço ou na boca da mulher; esta forma como o sêmen cai na caixa torácica, no pescoço ou nos ombros da mulher inspirou o outro nome dado a esse tipo de prática sexual - colar de pérolas.

Em alguns casos, este ato pode ser combinado com o sexo oral, em que a mulher inclina o rosto para frente e estimula o pênis. Trata-se de manobra mais facilmente executável com um pênis mais longo, seios maiores ou com uma parceira com um corpo mais flexível. Nesse caso, quando o sexo oral é executado, são a base do corpo do pênis e os testículos que recebem estímulos pela fricção com os seios, sendo a glande estimulada pela boca.

Essa prática é também conhecida como "espanhola" em países como a Itália. Na Espanha, porém, tal prática sexual é denominada "cubana". No Reino Unido, é conhecida como "francesa". Na Holanda é conhecida por "russa".

Fonte: Wikipedia

Posição sexual do dia - Segura Peão

Do livro "O Kama Sutra de NOVA" / Ilustração Bo Lundberg

COMO É FEITA:
Ele deita-se de costas e você vai por cima. O detalhe que faz toda a diferença é que vai prender as pernas dele com os pés (observe a ilustração). Agora o moço está imobilizado, à mercê dos seus caprichos. Uma “montaria” dócil ou selvagem, você é quem decide.

POR QUE VOCÊS VÃO AMAR:
A total submissão dele! Você vai se sentir a própria campeã de rodeio, assumindo as rédeas da transa e mantendo a cavalgada num ritmo constante até receber o grande prêmio de um orgasmo espetacular. Até porque nessa posição o clitóris estará sempre em contado com o púbis do garanhão.

TRUQUE DE NOVA:
Movimentos rápidos e constantes são o máximo nesta posição porque estimulam cada parte sensível do corpo dos dois. Você pode se erguer na “sela”, se quiser, mas sem perder o ritmo. E o contato ininterrupto fará vocês se sentirem carnalmente conectados.

Fonte: Nova Abril

Ejaculação precoce atinge 40% dos homens, mas pode ser curada.

Natural na puberdade, o problema pode ser tratado com remédios e terapias
Por Natalia do Vale

A Ejaculação Precoce ou Prematura (EP) é responsável por 40% das queixas encontradas em consultório de terapeutas sexuais. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, estima-se que um em cada quatro brasileiros sofram do problema, que se caracteriza quando o homem não consegue controlar a ejaculação. "Às vezes, o pênis nem chega a enrijecer, somente o movimento de aproximação e o toque do lençol já são suficientes para que termine o que deveria ser muito bom e prazeroso. Por vezes, o homem mantém a ereção por alguns minutos, começa a penetrar, mas logo ejacula, ficando insatisfeito e deixando a parceira na mesma situação, explica Archimedes Nardozza , presidente da Sociedade Brasileira de Urologia e médico do Hospital São Luis".

Comum na juventude, em encontros com parceiros novos ou após algum tempo de abstinência, ela se torna doença quando se estende pela maturidade comprometendo a vida sexual do homem na maioria, senão em todas relações sexuais que pratica. Com mais de 80% dos casos com origem emocional, o transtorno sexual tem cura e requer atenção redobrada já que pode desencadear males como a disfunção erétil e a depressão, além de prejudicar a vida sexual do casal.

O que é ejaculação?

Do ponto de vista do funcionamento físico, segundo Archimedes, a ejaculação acontece em dois estágios. No primeiro (que pode ser controlado), há a expulsão efetiva do sêmen dos órgãos acessórios de reprodução - próstata, vesícula seminal e canal ejaculatório - para a uretra. No segundo estágio, há a progressão desse líquido por toda a extensão da uretra até o meato uretral, que é o orifício na cabeça do pênis por onde sai a urina.

Como detectar a ejaculação precoce?

Não há uma duração considerada ideal para medir o momento certo da ejaculação, já que o que conta é a satisfação do casal durante o sexo. "Não existe um tempo específico antes de ejacular para definir esse problema sexual. Costuma-se seguir um padrão de cinco minutos após a penetração ou, antes que ela ocorra, para identificar o problema. Mas a definição está tanto na sua percepção quanto na do parceiro de que a ejaculação foi mais rápida do que o esperado", explica o especialista em saúde masculina Érico Roldave. "Sentimentos de culpa e ansiedade se tornam uma constante quando o problema é crônico e isso pode trazer dificuldades maiores como a disfunção erétil (impotência) e a perda de intimidade no casal", continua Érico.

"A principal causa da ejaculação precoce é o desequilíbrio emocional do homem".

Quais são as causas da ejaculação precoce?

Para o especialista em saúde masculina, Archimedes, a principal causa da ejaculação precoce é o desequilíbrio emocional do homem, seja por insegurança, por cansaço ou até por alguma decepção ou mágoa da parceira. "O homem tem muito medo de falhar e ter sua masculinidade colocada à prova ou de não corresponder às expectativas e isso só agrava a situação na hora da relação sexual", explica ele. "Outro fator bastante relevante é o nível de intimidade e de afeto que o homem mantém com sua parceira. Se for um relacionamento conturbado, certamente ele terá seu desempenho afetado."

Outras causas

-Coito rápido: relação sexual rápida após a penetração.

-Prostite aguda: "é uma inflamação na glande, base da cabeça do pênis, que ocasiona uma maior sensibilidade no pênis provocando a ejaculação precoce", explica Érico.

- Falta de desejo: "problemas conjugais podem fazer com que o homem perca o interesse pela parceira e isso acelera a ejaculação, que deveria ocorrer por prazer e não por falta de apetite sexual ou outros problemas", explica Archimedes.




Tratamento

Existe tratamento tanto medicamentoso quanto psicoterápico. Os medicamentos devem ser prescritos por um especialista. Existe uma ampla gama de medicações que tem como efeito colateral o retardo do tempo de ejaculação. Tais drogas devem ser ministradas somente mediante prescrição médica criteriosa, pois possuem vários outros efeitos no organismo.

Alguns deles, por exemplo, os antidepressivos tricíclicos, são contra-indicados para as pessoas com problemas de ritmo cardíaco. Já no que diz respeito à saúde emocional, a sugestão de Archimedes é a reorientação e reeducação do homem ou do casal quanto à função sexual normal.

"É importante entender se de fato há um caso de ejaculação precoce ou o homem acredita que tem o problema", explica ele. "Muitas vezes o desempenho do homem está normal, mas ele acha que não está satisfazendo a parceira e daí entra em pânico. É falta de informação e de diálogo".

Outras opções de tratamento são as técnicas de distração, compressão e stop-start. O objetivo destes tratamentos é fazer o homem tomar consciência do momento que antecede o primeiro estágio da ejaculação, para que ele possa controlar quando deseja ejacular, evitando a frustração. "Elas ajudam, mas se o problema for emocional, caso as motivações sejam físicas, só amenizarão o problema", explica Érico.

Técnica de distração

De acordo com esta técnica, durante o ato sexual, o homem é orientado a fixar o
pensamento em alguma situação que o desligue do sexo, geralmente algo desagradável como contas a pagar, uma lembrança triste ou em alguma mulher que não o atrai. Assim que perceba que a ereção está se desfazendo, volta a se fixar na parceira. Ele deve usar esta técnica para poder prolongar o tempo de penetração antes da ejaculação.

Técnica de compressão

O homem deve comprimir a base da cabeça do pênis por 4 a 5 segundos imediatamente após a primeira sensação de maior excitação. "Fazendo esse movimento, ele dificulta a entrada de sangue no pênis e retarda um pouco a ejaculação", diz Archimedes.

Técnica stop-start

O homem é orientado a ficar na posição superior à parceira para poder ter controle do movimento sexual. Deve iniciar a penetração e parar completamente os movimentos, quando estiver próximo ao momento de maior excitação.

Fonte: MSN Corpo e Saúde

quarta-feira, 11 de maio de 2011

69: O prazer em dose dupla, para você e para ele.

Dando continuidade a 3ª e ultima matéria publicada pelo site NOVA ABRIL sobre o tema GUIA DO PRAZER (AULA DE SEXO ORAL), vamos falar sobre a posíção 69.

- A posição é uma prova de intimidade total? SIM
- Requer habilidade? SIM
- A satisfação é garantida? Oh, SIM

Clique sobre a imagem para ampliar







Fonte: Nova Abril

Posição sexual do dia - Dupla Dinâmica

Do livro "O Kama Sutra de NOVA" / Ilustração Bo Lundberg

COMO É FEITA: sexual do dia
Quando estiver bem excitado, seu homem deve se sentar na beira da cama, com as costas apoiadas em um monte de almofadas e pronto para ser dominado. Ajoelhe-se sobre ele e tome a iniciativa da penetração.

POR QUE VOCÊS VÃO AMAR:
O fantástico desta posição é que você controla a profundidade da penetração e a intensidade do estímulo no clitóris. Já ele vai curtir por se sentir ao mesmo tempo um escravo do seu desejo e estar com as mãos livres para acariciá-la à vontade. Peça ao moço que belisque seu bumbum, costas e coxas. E que também beije sua boca, rosto, seios e pescoço. Uau!

TRUQUE DE NOVA:
Deitada sobre o rapaz, com a boca pertinho da orelha dele, sussurre tudo o que passar pela sua cabeça, inclusive aquela fantasia pecaminosa com a qual sonha há tempos. Quanto mais rica em detalhes for a descrição, mais poderoso e excitante será o resultado.

Fonte: Nova Abril

6 tipos de sexo que o seu amor adora... "SEXO SELVAGEM"

Se é como a gente pensa, que eles não vivem sem sexo, isso não significa que anseiam por um repeteco da noite anterior. Saber das preferências masculinas ajuda a variar o repertório e, mais ainda, a manter nos dois a chama da paixão bem acesa...

Texto Dora Moraes/Colleen Rush / Foto Robert Delahanty
Já pensou em perguntar a um homem qual seu tipo de sexo favorito? Provavelmente ouvirá: “Qualquer um, desde que seja todo dia!” Resposta 90% verdadeira. É que, ao pesquisar a questão mais a fundo, você vai descobrir o que os sexólogos já comprovaram: há seis modalidades encabeçando a lista das preferências masculinas entre os lençóis. Sugestão: comece hoje mesmo a variar o feijão-com-arroz sexual. O cardápio ficará mais tentador para os dois...

Vamos dividir em 6 partes esta matéria a começar pelo "SEXO SELVAGEM".

1. No reino do sexo selvagem

Sabe aquela transa que faz tremer as estruturas da cama? Há grandes chances de seu amado sonhar acordado com esse rala-e-rola animal. Principalmente se precisou bancar o bom moço durante o fim de semana na casa dos seus pais ou vocês estiveram separados por uns dias. Uma vez liberado, ele anseia por externar sua natureza de Tarzan. “Só de imaginar as roupas espalhadas pelos cantos e os lençóis denunciando uma farra daquelas, perco o fôlego”, diz Vander, de 27 anos. “Mesmo que eu acabe com uma baita câimbra, me sinto o rei das selvas. Além disso, os gemidos me mostram que estou dando prazer à mulher.”

Os homens imploram

A posição ideal para começar uma sessão de sexo animal é a cachorrinho. Faça com que as mãos dele enlacem sua cintura — é a pista de que você o quer no comando da penetração. E acompanhe o ritmo do lindo pra valer. Manter seu pescoço pendido para baixo a ajudará a relaxar a coluna e a se mover com gosto. O orgasmo está próximo? Aperte seu PC (músculo pubococcígeo) ao redor do pênis dele para intensificar o estímulo. Na hora H, vire-se de frente e puxe-o ainda mais fundo dentro de você.

Acesse o segundo tipo "2. Império dos Sentidos"

Fonte: Nova Abril

domingo, 8 de maio de 2011

O porque o "Sexo Oral" é o queridinho da ala feminina.

Dando continuidade na matéria Guia do Prazer (Aula de Sexo Oral) publicada pela Nova Abril vamos ver o porque o "Sexo Oral" é o queridinho da ala feminina.

Para a maioria das mulhers, o sexo oral é a maneira mais eficiente de se alcançar o climax. Afinal, ele proporciona umidade, carlor e suavidade sob medida para o clitóris. Enquanto a penetração muitas vezes deixa o clitóris a ver navios, a lingua o atiça e os lábios colados ao redor dele proporcionam ainda mais satisfação. O seu gato deve inserir a lingua dentro da sua vagina e "trabalhar" o caminho de volta até o ponto certo, sem nenhuma pressa. É fundamental que você dê a ele um retorno específico (e encorajador) sobre o que está sentindo. Assim, ele saberá se está acertando. E lembre-se: uma vez que o orgasmo pareça eminente, avise-o, para que o seu amor não interrompa a estimulação antes da hora.

Mas não adianta o gato ter boa vontade se não souber aproveitar o potencial desta região! É por isso que este guia tem sugestões de provar arrepios para o homem que quer deixar qualquer mulher pedindo bis. Envie já para seu querido!

Clique nas figuras abaixo para ampliar.

















Fonte: Nova Abril

Posição sexual do dia: Bem Zen

Do livro "O Kama Sutra de NOVA" / Ilustração Bo Lundberg

COMO É FEITA:
Está aí uma posição para experimentarem no meio de uma relação quentíssima, quando quiserem retardar o orgasmo. Abraçados e de preferência mantendo-o dentro de você, rolem para o lado bem grudadinhos e continuem a se movimentar devagar, quase parando. Acredite: é de tirar o fôlego.

POR QUE VOCÊS VÃO AMAR:
Não há muita atividade física; em compensação, a proximidade e a intimidade são completas. Como se fossem um só corpo. O que cria um fantástico êxtase emocional que vai fazer você gemer, gritar... chegar lá.

TRUQUE DE NOVA:
Para manter o fogo aceso por um longo tempo, façam movimentos circulares lentos, sempre olhando dentro dos olhos um do outro. Para enlouquecê-lo ainda mais, levante o corpo devagar até o pênis quase sair, pare e provoque uma penetração ainda mais profunda do que antes.

Fonte: Nova Abril

Exercícios Pélvicos.


O método desenvolvido por Regina Racco é sucesso absoluto pela sua simplicidade e coerência no treinamento. Suas alunas conquistam a força e a resistência muscular genital em muito menos tempo. Ela foi a responsável por provar que os benefícios desta prática vão muito além do que a excelência no campo sexual. É fundamental para a saúde íntima.

Se você já ouviu falar em: Exercícios pélvicos, taoístas, kegel, preparação para o Tantra, pompoarismo e quantos mais nomes aparecerem envolvendo treinamento da região pélvica, saiba que na verdade trata-se da mesma coisa: Ginástica íntima. A diferença está entre, se utilizar o método do “ ouvi dizer” ou um método exclusivo que tenha a assinatura de alguém, como Regina Racco, que obteve o respeito de todos pela sua conduta e profundo conhecimento da técnica. Aumento do tônus muscular, melhora na resposta e na circulação da energia sexual, resgatando (religando) nossa base, cuja percepção foi seriamente comprometida na infância pela criação, moral, conceitos religiosos etc.

Quando éramos bem pequeninas, fomos orientadas a ignorar nossa vagina, por ser: FEIA (não podíamos mostrar) SUJA (cheiro forte) e PROÍBIDA (tocá-la para obter prazer era pecado mortal). Cultivamos a inconsciência, sem saber que inércia é igual a atrofia! E isso aconteceu não porque nossos orientadores (pais) fossem maus, eles nos ensinaram como aprenderam, foram criados desta forma. Pena que muitos males na vida adulta têm como motivo essa total inconsciência genital. A nossa circulação de energia vital, por exemplo, ficou abalada, assim como a qualidade de nossos músculos mais íntimos e a capacidade de sentirmos e proporcionarmos prazer aos nossos parceiros. Sexo prazeroso é vida e a falta de prazer gera depressão, desânimo, baixa estima, falta de libido (desejo) etc.

Falta energia? Falta vida.

Ao treinar pela visão holística (o Ser total) resgatamos por inteiro a nossa potência, o que difere de um treinamento voltado para efeitos puramente físicos. Entender porque ocorre a perda do tônus, garante o resgate e a manutenção para a vida toda. E utilizar neste treinamento um método eficaz, fará toda a diferença. O método criado pela Professora Regina Racco tem característica própria, foi ela quem elaborou e trouxe para a ginástica íntima o uso do colar tailandês e a malhação com as bolas tailandesas leves, além dos já conhecidos: vibrador e bolas bem wa. O método da ginástica íntima de Regina Racco vai além: Mostra com toda a propriedade, os pontos exatos que devemos treinar. Método vitorioso, que tem o aval das centenas de alunas felizes, de vinte a oitenta anos, ao longo destes quase vinte anos!

O fortalecimento da musculatura do assoalho pélvico, principalmente dos músculos pubococcigeos (PC) é fator de saúde para a mulher que tonifica a parede vaginal, melhorando seu desempenho sexual enquanto protege sua vagina contra o afrouxamento da região pélvica, causada por partos, excesso de ocorrências inflamatórias (vaginites etc.) ou pela própria idade. (a mulher começa a modificar sua estrutura vaginal a partir dos vinte e cinco anos). Quanto mais cedo começar a prática dos exercícios, maior os benefícios.

Todas as mulheres se beneficiam com os exercícios.

O livro de Ouro do Pompoarismo, ginástica íntima para uma vida mais feliz, já se encontra na nona edição! Êxito alcançado, pelo seu valor! Tem sido companheiro constante de mulheres que desejam obter uma vida mais plena!
Ele contém o passo a passo do treinamento e métodos de auto avaliação dos resultados. Mostra também como se usa os acessórios que ajudam na ginástica, diminuindo o tempo de treinamento, aumentando a consciência vaginal.

A mulher que treina sua musculatura genital tem movimentos fortes e potentes, o que faz a diferença para o homem, durante o ato sexual, deixando-o encantado! Estes movimentos são naturais e inerentes a todas às mulheres, mas é o fortalecimento, oriundo do treinamento que amplia essa capacidade.
No ato sexual o homem sente apertar, soltar, torcer seu pênis, em um jogo amoroso rico e fantástico. Há um aumento muito grande da libido e ambos chegam ao orgasmo com muito mais facilidade.

Mas os benefícios são muito mais amplos do que simplesmente fortalecimento localizado, a energia sexual jorrando de sua base, inunda o corpo, aumentando o nosso poder magnético (atração). É qualidade de vida, melhorando o desempenho em todos os aspectos de nossa vida, social, profissional e amorosa!
Ao praticar o treinamento, conte com a Professora para eliminar qualquer dúvida que tenha. Você nunca estará sozinha.

Compre o livro "Pompoar: Prazer & Saúde" clicando aqui.

Fonte: Pompoarte

sábado, 7 de maio de 2011

Posição sexual do dia - Oito do Orgasmo

Do livro "O Kama Sutra de NOVA" / Ilustração Bo Lundberg

COMO É FEITA:
Deite-se com dois travesseiros sob o bumbum, joelhos dobrados, pernas afastadas, oferecendo-se para ele. Como seu corpo está alto, o rapaz terá de penetrá-la num ângulo quase reto, o que já é enlouquecedor. Ele também deve fazer um lento e constante movimento em forma de 8.

POR QUE VOCÊS VÃO AMAR:
Como você sente os genitais dele por inteiro, é prazer em dobro: ao mesmo tempo em que o pênis excita a vagina, o púbis massageia o clitóris. Seu homem pode lhe dar vários orgasmos.

TRUQUE DE NOVA:
Experimente usar vários travesseiros. Quanto mais alto ficar seu corpo, mais fácil conseguirá uma penetração profunda e estimulará o explosivo ponto G. Você não só terá orgasmos muito mais poderosos como dará a ele satisfação total e garantida

Fonte: Nova Abril

Manual do Sexo Tântrico


Nada de ejaculação precoce nem pressa: o sexo tântrico busca o prazer máximo e duradouro com os cinco sentidos. Se você quer experimentar o chamado hiperorgasmo, tome nota na dica abaixo e nas dicas no quadro ao lado!

Carícias

Uma relação sexual comum dura por volta de 15 minutos. O sexo tântrico deve durar ao menos duas horas. Caso dure menos de uma hora, é considerado ejaculação precoce. O sexo tântrico tem uma duração mínima, mas não uma máxima: quanto mais tempo durar, mais prazer proporcionará. O tantra encoraja o homem a fazer com que sua companheira se sinta divina.

Sem dúvida, os norte-americanos não praticam o sexo tântrico: 70% deles ejaculam apenas dois minutos depois da penetração. O sexo tântrico tem como proposta exatamente o contrário: evitar a penetração rápida e brusca, para que a ejaculação não seja o único motivo da relação sexual.

O sexo tântrico leva em conta que nossa pele possui cerca de 600 mil pontos de sensibilidade. A ejaculação é considerada um desperdício de energia vital e por isso deve-se aprender a adiá-la.

Começando

Faz parte do ritual tântrico iniciar o sexo com uma contemplação e adoração mútuas, com palavras doces e carícias, fazendo amor com os olhos bem abertos, sem dispersão ou agressividade, sem pressa e com sentimento.

Depois das carícias tântricas, o passo a seguir é o sexo tântrico, cujo objetivo principal é prolongar a excitação sexual do casal.

O pênis do homem deve penetrar a vagina de sua companheira, mas apenas cerca de dois centímetros e meio. O homem mantém o pênis dentro um minuto, depois o retira e o descansa sobre o prepúcio do clitóris da companheira antes de voltar a penetrar.

Esse jogo deve ser mantido por cerca de vinte minutos, quando se iniciam as dez posições básicas do sexo tântrico. Essas devem ser executadas seguidamente ao longo de duas horas.

Devem ser alternadas por descansos e pausas para que o casal descanse, a ereção se distensione e os corpos reponham forças bebendo ou comendo algo leve.

As posições

Depois da introdução, o sexo tântrico começa com o casal sentado, os dois levemente inclinados para trás e se apoiando o peso nos braços. A penetração é lenta e os movimentos pélvicos circulares.

A seguir acontece a penetração profunda. A mulher deve abrir bastante as pernas, quase em forma de V. Compensando o esforço físico anterior, o sexo segue com o casal sentado, cara a cara, os corpos erguidos e as pernas entrelaçadas. É uma postura para abraçar-se, acariciar-se e deixar que circulem os sentimentos.

A postura clássica do missionário é a quarta etapa. O homem deve procurar a todo momento retardar e refrear sua ejaculação, porque a quinta etapa o levará a uma postura mais cômoda: com o homem deitado, a mulher se senta agachada sobre ele em plenitude completa, ambos unidos pelas mãos, fazendo movimentos pélvicos circulares.

Um momento de descanso

A sexta posição é uma variação da anterior: o homem coloca algum apoio (almofadas) sob as costas, nos quais pode apoiar-se. Assim, a mulher pode mostrar-lhe seu corpo e oferecer-lhe seus seios para que ele os beije.

O sétimo passo obriga ambos a se olharem nos olhos e a deter a marcha da relação. É um passo difícil, mas é obrigatório para conservar a energia até o final. Para isso, uma postura clássica com o homem recostado sobre ela é o ideal.

Depois do instante de relaxamento, a oitava etapa coloca o homem em cima, por trás da mulher, ambos estirados, com penetrações profundas.

O nono momento é o das tesouras. É uma postura atípica, na qual ela recebe quase de costas, passando uma perna sobre a cintura do parceiro, que a penetra profundamente, entrelaçando os corpos. É o prelúdio da última postura: ele está semi-incorporado e ela e se senta sobre ele, dando-lhe as costas e deixando-se penetrar suavemente enquanto ele lhe acaricia os seios e beija o pescoço.

Todas as etapas do sexo tântrico foram cumpridas e a excitação dos amantes é absoluta. Este é o momento de viver algo difícil de narrar: o hiperorgasmo.

Os segredos do hiperorgasmo: nada de pressa

Um êxtase de prazer infindável e muito mais intenso que um orgasmo comum. Isto é o hiperorgasmo, um estado quase sobrenatural de nossa sexualidade que se pode alcançar através do sexo tântrico.

Sem pressa

O hiperorgasmo não é um espasmo de alguns poucos segundos, mas um estado de êxtase iluminado. Mas é possível a qualquer pessoa alcançá-lo?

Não é preciso ser nenhum atleta sexual para atingir o hiperorgasmo.

Mas algumas condições básicas são necessárias. Sensibilidade, sutileza, desinibição, concentração, capacidade de se esquecer do tempo e das obrigações são indispensáveis. Além disso, é preciso renunciar à pressa, às comidas gordurosas, às bebidas alcoólicas, ao fumo e, em especial, não focalizar no orgasmo como único foco importante do sexo.

Além dos limites físicos

O sexo tântrico é uma filosofia de comportamento. É preciso um mínimo de três horas para cumprir com sucesso as diversas etapas e alcançar um estado tal de hiperestesia erógena (alta sensibilidade), que se transforme no tão desejado hiperorgasmo.

É como ultrapassar o prazer físico até uma dimensão que supere exatamente os limites físicos.

O hiperorgasmo não é um espasmo físico, mas sim o ponto mais alto do prazer, com uma duração bastante acima do comum. Quem já experimentou garante que dura horas, embora provavelmente seja mais certo falar de minutos. O estado de prazer é tal que pode incluir a perda de consciência.

Um maremoto de prazer

Os defensores do sexo tântrico descrevem assim o orgasmo comum: "os simples mortais imaginam que o máximo do prazer é alcançar um orgasmo comum. A verdade é que experimentaram apenas um espasmo nervoso acompanhado de um pequeno prazer durante um curtíssimo espaço de tempo".

E eles mesmos definem o hiperorgasmo como "um maremoto de prazer indescritivelmente melhor do que um orgasmo comum, que mantém o êxtase por tempo ilimitado".

Quem já experimentou as carícias tântricas, o sexo tântrico e o hiperorgasmo, diz que essas práticas mudaram suas vidas. A vida fica mais alegre, a produtividade aumenta. Os praticantes também argumentam que se tornam mais sábios, porque alcançaram uma nova dimensão do ser humano.

O hiperorgasmo depende exclusivamente da vontade de cada um, mas há algumas condições básicas que devem ser cumpridas para chegar a esse estado superior do prazer.

O importante é o caminho

A primeira condição é romper com a idéia ocidental contemporânea de praticar sexo. Essa é uma idéia primária e instintiva, com foco na reprodução.

A finalidade do sexo no Ocidente é chegar ao orgasmo. O sexo tântrico, ao contrário, tem como objetivo o prazer da prática em si mesma, sem objetivo final. Se a relação dura menos de uma hora, o tantrismo a considera ejaculação precoce.

Sentimentos

O carinho mútuo e a sensibilidade compartilhada são fundamentais nessa prática. A pressa está proibida e, nas várias horas que deve durar a relação, é preciso esquecer-se do mundo.

É importante sentir-se leve, ágil e livre. Por isso, é preciso alimentar-se de maneira saudável, sem nenhum excesso, sem álcool, fumo, carnes vermelhas, gorduras ou doces.

O ambiente precisa ser tranqüilo, acolhedor, com música suave. Deve-se dar importância a todos os rituais.

A prática tântrica precisa ser compartilhada pelo casal. Deve ser uma oferenda vital, a ser realizada com os olhos e o coração bem abertos. As várias horas de atividade devem ser alternadas com períodos de descanso, para relaxar os sentidos e alcançar mais prazer.

O tantrismo crê que a ejaculação é um desperdício de energia vital, por isso ensina o homem a controlá-la e adiá-la.

Calma, paciência, doçura, olhos nos olhos, sem pressa... condições básicas para passar das carícias tântricas ao sexo tântrico e deste ao hiperorgasmo, o auge do prazer sexual.

Fonte: Terra Espanha

domingo, 1 de maio de 2011

Glory Hole - "Buracos da Glória"

Um “buraco da glória” ou como é conhecido “Glory Hole” é um buraco em uma parede ou qualquer outra parte exclusiva, muitas vezes entre o “banheiro público ou cabines” para as pessoas que desejam se envolver em atividade sexual ou observar a pessoa do cubículo ao lado, enquanto ela ou ambas as partes se masturbam. A partição (este espaço freqüentado por ambos) mantém o anonimato. As partes do corpo, incluindo os dedos, língua e pênis, podem ser usadas para sexo anal, oral ou vaginal.
Método de uso

O “Glory Hole” é geralmente um buraco localizado na região da cintura, perfurada em um muro ou muitas vezes em um banheiro público, Sex Shop, ou livrarias para adultos, que através deste, o homem utiliza o buraco para inserir o seu pênis para a prática do sexo oral, vaginal ou anal. Geralmente é um local anônimo, impessoal, que permite ambos não se inibirem. Para usar um “buraco da glória”, um homem põe o dedo no orifício para indicar o interesse na atividade sexual. Oferecendo uma camisinha, este indica o interesse pelo sexo protegido. Se a outra parte também está interessada, então ele aceita a oferta e colocar seu pênis através do buraco para ser atendido. A atividade mais comum é o sexo oral e em menor grau o sexo anal, um "handjob" ou "coito" vaginal. "Glory Holes" são hoje mais comumente encontrados em Sex Shop, clubes de sexo, sauna gay e cinemas adultos.

A pessoa que deseja fazer sexo oral, normalmente permanecerá sentada ou de joelhos em uma cabine. Comumente esses sinais indicam para outros que estão ali para fazer sexo oral, ou permite que aqueles que desejam receber sexo oral e que estão na cabine ao lado permaneçam de pé.

As motivações que levam a essa procura são inúmeras e que podem ser atribuídos ao uso e erotismo destes “buracos da glória”. Para alguns, o anonimato completo é em si mesmo muito excitante. Para outros, ele pode servir como uma maneira inibir a intimidade sem um relacionamento prolongado, ou para assegurar sexual compatibilidade antes de continuar a buscar um relacionamento. Utilizando um “Glory Hole”, também é uma maneira fácil de atenuar as deficiências físicas percebidas como sendo excesso de peso ou de algum modo menos atraente fisicamente. “Uma teoria social descreveu a atração desta forma de encontro sexual assim:”. A objetivação final sexual de homossexuais masculinos encontros sexuais é o “buraco da glória” em banheiros públicos, como um muro separa os dois participantes, eles não têm qualquer contato, com exceção de uma boca, e, talvez, uma mão. Quase um total anonimato mantido como nenhum outro são atributos e levados em consideração.

O importante mesmo é que tudo seja feito com a maior prudência e sempre utilizando preservativo para evitarmos esta pandemia da AIDS.

Dúvida sobre "Troca de Casais"

O que é Troca de Casais?

Também conhecido como Swing, troca de casais é a prática do sexo em grupo, com consentimento de troca de parceiros. Esse tipo de diversão sexual, que a tempos atrás era um verdadeiro tabu passou a ser um hobby, uma excitante opção de diversão para casais liberais ou iniciantes, casados ou não, que se liberam dos preconceitos sociais e ao invés de trair seu companheiro(a), preferem desfrutar juntos, de todas as delicias que o sexo oferece.

O que é Menage a Trois?

Menage é a prática do sexo a três. É uma modalidade de sexo liberal bastante desejada pelos casais menagers,muito presentes nos Clubes de Swing onde existem noites especiais para isso, quando então,a entrada de mulheres e de homens sozinhos é permitida.

______________________________________________________________________________________________


O Texto abaixo foi extraído do site "papo de homem" publicado pelo Dr. Love.

Pergunta: “Dr. Love,

Há muito eu e minha esposa fantasiamos com mais um amigo comendo ela ou
uma troca de casais mas as dúvidas são: isso é correto? e seria melhor
que acontecesse com um amigo ou com um estranho devidamente agendado num
sexlog?”

- Luiz e Sonia

Caro Luiz e Sonia,

até a data de hoje não foi criado e não há previsão para surgimento de nenhum CPSC – Comitê de Práticas Sexuais Corretas. O que vigora atualmente é um antigo conjunto de regras pré-estabelecidas para praticantes do ato sexual, conhecido como PLD – Putaria Louca e Descontrolada.

Certo e errado são conceitos não contemplados pela PLD e devem ficar guardados na sua gaveta de meias velhas até o fim dessa conversa.

Prosseguindo…

A coisa mais importante a se ter em mente ao buscar novas fronteiras sexuais é um conceito elementar da Física: “Não é possível voltar no tempo.”

Retiro o que disse, com um DeLorean dá pra voltar no tempo sim, ao melhor estilo Marty McFly

Significa que não será possível esquecer o que aconteceu ou mesmo fingir que nada aconteceu. Por isso, reflitam se estão dispostos a aguentar o rojão dessa escolha, já que muitas vezes o ato de fantasiar em si é mais prazeroso do que a realização da mesma.

O próximo passo é o Timing. O melhor momento para casais desbravarem a PLD é quando estão tranquilos, com a cabeça leve e de comum acordo sobre o que vão fazer. Troca de casais e menages não salvam relacionamentos. Se o mesmo estiver com problemas, só vai fazer vocês perceberem como é bom transar com outras pessoas, e logo vão querer a separação definitiva.

Supondo que esteja preparados, comecem com o menor nível de comprometimento possível. Ou seja, procurem alguém que não faça parte do círculo social de vocês, com quem não tenham nenhuma obrigação de manter vínculos.

No seu caso, Luiz, ficou patente que está mais interessado em ver sua mulher sendo comida do que em um troca propriamente dita. Então façam contato com algum voluntário e ganhem confiança nele até toparem o ato.

Arranjar um amigo iria te trazer uma porrada de problemas. Ele *vai* contar para outras pessoas sobre a aventura. Ele pode querer comer sua esposa de novo, pelas suas costas. Após a notícia ser espalhada, outros conhecidos seus *vão* querer comer sua esposa. E provavelmente ela vai ficar com tesão em dar para eles, já que você abriu a porteira.

Tudo isso pode ser evitado para preservar a intimidade do casal.

Ou não. Vai que o plano é exatamente esse.

Fonte: Papo de Homem com Dr. Love

Mulheres dominam o mercado erótico.

Tipo de Clipping: Impresso
Assunto: Erótika Fair
Data: 10/04/2011

Veículo: Meio Norte
Página: A10
Seção: Geral

Tiragem:7485

Clique sobre a imagem para ampliar

Posição sexual do dia - Vai não Vai

Do livro "O Kama Sutra de NOVA" / Ilustração Bo Lundberg

COMO É FEITA:
Ele deve se ajoelhar e se sentar sobre as pernas. De costas para o moço e com os pés bem apoiados no chão de cada lado das pernas dele, abaixe o corpo para a penetração. Agora, ajude a manter o equilíbrio segurando as coxas – isso é importante, porque a idéia é balançar os quadris e fazer movimentos de entra e sai como se quisesse se levantar. Provoque-o desse jeito por alguns minutos e depois deixe que a penetre bem fundo.

POR QUE VOCÊS VÃO AMAR:
Esta é uma das mais provocadoras posições em que a mulher assume o controle – você vai se deliciar quando ele implorar por um centimetrozinho a mais. Para seu homem, tal tortura não deixa de ter também um lado bom: todo o seu “lado de trás” que pode admirar à vontade.

DICA DE NOVA:
Quer aumentar o apelo erótico? Experimentem esta posição na frente do espelho. Assim, os dois poderão ver cada detalhe das reações do outro. Nada é mais excitante do que bisbilhotar um casal transando – ainda mais, quando são vocês.

Fonte: Nova Abril