sexta-feira, 3 de junho de 2011

Por que os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor?

“Por que os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor?” Essa é a pergunta feita no título do livro de Allan e Barbara Pease. Os autores procuram, de uma forma muito bem humorada, dar uma visão científica das diferenças entre homens e mulheres, principalmente da forma como funciona o cérebro de cada um. Não adianta querer somente romancear o relacionamento homem/mulher.

As diferenças estão na forma de evolução das pessoas de cada sexo. Um, procurou desenvolver alguns atributos que o ajudariam na caça (buscar comida) e na possibilidade de perpetuação de seus descendentes. A mulher desenvolveu talentos para poder proteger a prole e cuidar da família. Essas diferenças causam uma “guerra dos sexos” desde que o mundo é mundo, desde os primórdios da humanidade, e irão se perpetuar.

Por mais que se escrevam tratados e estudos sobre as diferenças, é no dia-a-dia que elas mais aparecem e como estamos nos relacionando com humanos, ninguém vai ficar se lembrando que cientificamente é assim ou assado: as divergências irão sempre estar presentes na forma diferenciada de pensar do cérebro masculino e feminino. Mas, essas intermináveis discussões e divergências, são salutares para a convivência entre homens e mulheres. Quando houver a harmonia e o perfeito entendimento entre os sexos, os relacionamentos perderão a graça e a vida se tornará insossa, com uma sociedade em que todos saberiam exatamente por que o outro (ou a outra) têm esse ou aquele tipo de atitude.

As intempéries de humor, as formhttp://www.blogger.com/img/blank.gifas diferentes de pensamento dão o sabor picante necessário para que a vida tenha mais graça, para que as pessoas valorizem qualidades e superem defeitos de seus parceiros(as). Entender um pouco mais o funcionamento da cabeça dos sexos opostos pode ajudar de alguma forma o relacionamento, porém, jamais irão resolver as intermináveis discussões.

Ler o livro pode nos colocar, um pouco mais, dentro das mentes das outras pessoas, mas nunca irão encerrar as intermináveis discussões pela forma diferente de pensamento. Com certeza isso irá garantir a perpetuação da espécie humana. Com a imutável certeza de que “homens e mulheres são diferentes. Nem melhores, nem piores - apenas diferentes”(pág. 7).

Fonte: SHVOONG

Nenhum comentário:

Postar um comentário